terça-feira, 27 de março de 2018

Vida cristã versus mundanismo

Nos tempos difíceis, nos quais estamos inseridos, um verdadeiro seguidor de Jesus Cristo, segundo os padrões do Novo Testamento, deve assumir uma postura mais ousada, espiritualmente, não optando pelo silêncio e sendo mais um covarde espiritual sufocado pelo mundanismo cruel que tem causado prejuízos terríveis ao Corpo de Cristo espalhado pela face do nosso planeta.
Igrejas mundanizadas, que deixaram de ser igrejas há muito tempo, adotam doutrinas e serviços totalmente contrários ao bendito e santo Evangelho de Jesus Cristo, sendo tais emprejas (mistura de empresa e igreja), assustadoras, carnais e totalmente reprovadas pelo Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Sem ser luz e sem sal, a `` Igreja `` perdeu a sua identidade e busca, de forma desenfreada, atender às demandas carnais de frequentadores de cultos que, verdade seja dita, nunca passaram pela experiência de um encontro verdadeiro com Jesus Cristo.
Os tempos mudaram para pior. O crente virou um evangélico que possui necessidades, nem sempre espirituais, que devem ser supridas por pregadores bem treinados e sem a verdadeira direção do Espírito Santo.
Como o analfabetismo bíblico é significativo, qualquer grito, chupada de dente ou alteração de voz pode ser vista como uma `` tremenda unção de Deus. `` E cresce o número de lives, pelo Facebook, onde todos são `` homens e mulheres de Deus. ``
Mensagens de exaltação ao homem, `` profecias `` no atacado e `` revelações `` das mais estapafúrdias estão esvaziando igrejas locais sem brilho, sem a direção do Espírito e sem nada para oferecer a um verdadeiro seguidor de Jesus Cristo.
Homens e mulheres de Deus, sérios e santos, indignados e corajosos, ainda são pequenas luzes em meio a densas trevas espirituais existentes em muitas igrejas locais dirigidas por obreiros totalmente afastados da direção do Espírito Santo.
Atividades religiosas diárias podem esconder a sepulcros caiados que transformaram púlpitos santos em verdadeiras esposas do profeta Oseas. O nome bendito do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo passa a um segundo plano diante de pregadores da maldita teologia da prosperidade que é mais um engodo doutrinário que afasta a muitos da presença de Deus.
È tempo de orar, de vigiar, de dizer a verdade e ser luz diante de trevas densas. Jesus Cristo é a nossa arca e nele estamos seguros. Afinal de contas, trocar Jesus Cristo pelas glórias humanas passageiras é um tremendo atestado de burrice espiritual e uma prova, inequívoca, da ausência de um discipulado de qualidade em todo o Brasil (com as devidas exceções) No mais, tenho dito !
Pastor Ruy Matos: professor, capelão e professor de Capelania da ASCEB. É presidente do Conselho de Pastores e Obreiros Evangélicos de Nordestina, Bacharel em Teologia e um apaixonado discípulo de Jesus Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PENSAMENTOS DO PASTOR RUY MATOS

Programa Vida: vida em abundância para todos No `` Programa Vida `` de ontem, dia 14, das 18:00 às 19:00 horas, pela Rádio Nordestina ...